Não saber.

Posso não saber o que você pensa antes de dormir, ou se sonha comigo todas as noites como me diz.
Posso não saber sua cor favorita, ou o canal de TV que te distrai aos domingos.
Se tem momentos bons todos os dias, ou apenas sorri para disfarçar a tristeza das dúvidas que te perseguem.
O sol ainda brilha lá fora, e eu continuo sem saber qual é o seu dia preferido da semana, e se sente medo do tempo que nos arrasta com tamanha pressa.
Se continua com as mesmas frustrações que havia me contado, ou se agora são outras as tuas preocupações.
Posso não carregar comigo nenhuma certeza, e também desconhecer detalhes simples e importantes. Mas eu sei quem você é. Sei exatamente o que tens por dentro.
Conheço cada milímetro dos seus sentimentos, tão transparentes diante de todos os erros.
O que preciso fazer com que saiba, mesmo que a verdade esteja mantida em segredo, é que estou longe de ser perfeita.
Atos a ações são capazes de destruir aquilo que nem começamos a construir, tornando distante o nosso pacto de confiança plena.
Se eu pudesse explicar ou ter alguma razão que te fizesse pensar, que nada é tão proposital quanto parece ser, me tornaria apenas o suficiente para te fazer feliz outra vez.
Espero por uma resposta na dúvida que eu mesma te deixei. Como a confirmação tanto rejeitada e ignorada entre o que não quer ouvir e o que tenho tanto medo de dizer.


1 comentários:

migs_mih disse...

Amei amei amei . Seu blog é muito perfeito *---------*