A mais nova estrela.

Não sei como descrever o nosso amor, ele é mesmo incomum nos mais impensáveis sentidos.
Eu demorei a entender, que para ser feliz, muitas vezes é preciso ignorar as normas que nos fazem acreditar.
Enfrentaria tudo outra vez, e se preciso fosse abriria mão das coisas que me mantinham distante.
Te por perto me tirava da monotonia dos dias comuns, numa explosão de cores e sentidos imensionáveis.
Ainda me lembro do seu sorriso e da intensidade que seus olhos brilhavam na claridade do dia.
Daquele seu jeito de se aproximar depois de uma briga, dizendo sempre que se orgulho é defeito compreensão é bem maior no nosso termo de qualidades.
Se você pudesse saber, ainda guardo nossas fotos e as suas cartas, na gaveta da estante que você tanto gostava.
Sempre que chove me vem sua voz dizendo:
- Agora nossos pecados estão lavados, e estamos prontas para começar tudo outra vez.
Não posso acreditar que as horas demorem tanto a passar, mesmo sabendo que meu céu porta uma nova estrela. A mais brilhante e perfeita.
Algumas roupas e até mesmo o seu perfume ainda se encontram nesta casa que pra sempre será tua.
Eu não perdi o encanto pelas flores, somente tenho medo dos espinhos que a vida ainda pode me cravar.
Meu porta retrato e uma foto 3/4, naquela montanha próxima as nuvens, rumo ao nosso infinito desconhecido.
Ajude-me a superar, por favor. Segure minhas mãos enquanto durmo para sonhar.
Não me deixe aqui sozinha, eu não suporto sua ausência estabelecida e definitiva.
Queria não lembrar que já se passaram cinco meses, e minha dor é a mesma de todos esses dias que se arrastam sem sentido algum.
Fagulhas despedaçadas que passam na minha cabeça como um registro da nossa despedida.
Um disparo inesperado e o sangue em sua roupa. Sua voz tão fraca e tão calma me dizendo que pra sempre me amaria como a força inexplicável dos sentidos imperceptíveis a qualquer razão.
Minhas lágrimas não cessaram e ainda possuem o mesmo gosto amargo. A saudade continua indecifrável e estabelecida, sem chance alguma de passar.
Continuo vivendo a espera de um dia te encontrar de repente, sentir o teu abraço e ouvir a sua voz dizendo que me esperaria pela vida inteira.
Sentir a paz da sua presença depois de tanto esperar.
Qualquer desejo que pudesse se tornar real em meio desse mundo de riquezas superficiais.
Meu amor não se compara a nada, mas se assemelha ao oceano. Tão fundo e infinito, limpo e puro como suas águas, hora calmas, outras turbulentas e inquestionáveis.


3 comentários:

patty disse...

tava inspirada em best,ficou perfeito *.*

njlo75 disse...

belissímo blog..adorei.relamente conheces sobre o tema.abraço.ah..já estou a te seguir..visite-me e siga-me tbm http://desenhospoeisiascomportamento.blogspot.com/ e comente tbm..bjos.

migs_mih disse...

Nossa, gostei muito . Me fez lembrar de coisas passadas .. AMEI !