O que deixei.

Guarda o meu segredo em qualquer lugar seguro. Ao alcance de suas mãos e a mesma distância delas.
Não chegue perto quando sou eu quem me aproximo, não se torne invasivo quando preciso me afastar.
Eu não consigo lembrar quando me senti verdadeiramente feliz estando ao seu lado. O tempo consumiu a sua vida tornando vaga as minhas lembranças.
Não me pergunte nada. Eu não voltaria apenas para te abraçar novamente, com a certeza de que meus erros tornam-se claros diante de meus olhos e de todos os meus sentidos.
A vida é mais do que simples escolhas, mas quando fazemos o que é certo parece ter algum sentido. Você não pode apenas notá-lo.
Procure enxergar o que resta escondido lá no fundo, intocável entre todos os seres fracos e de almas impuras.
Não espere nenhuma palavra de conforto quando já não há tenho dentro de mim, parecendo mínimas as chances de um simples retorno quando já não o espero de ti.
Estou longe por tanto tempo que aprendi a andar sozinha, tirando os fardos e os deixando pelo caminho.
Sinto-me leve comparada a uma única gota de chuva, que cai lentamente no espaço que nos separa, como uma pequena esperança trazida do céu.


5 comentários:

Rafaela disse...

maaaaaaaaaara amor.
amei demais *_*

#Re disse...

q lindoo *-*
ainda mais qndo tem outono,eu acoq fica perfeito qndo vc cita coisas desse do tpw estrelas,chuva,frio..
fica lindo *-*

<3

brunafurquim1 disse...

cááá,amor fico lindo,vc escreve muito bem,DEMONIO,alou! te amo <3

Victor disse...

ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh minha linda.

njlo75 disse...

nossa,adoro contos,mini-contos,crônicas,um bom romance,e principalmente um belo poema escrito com intensidade.olha,eu gostei de seu blog..temas interessantes para quem não se opõe a uma boa leitura...e bem discursivo.podes me fazer um grande favor?visite meu blog...e me siga..pois eu já estou te seguindo.abraços

http://desenhospoeisiascomportamento.blogspot.com/