Enquanto aprendo.

Está acontecendo de novo, e eu não posso deixar que chegue ao final.
Na etapa de aprendizagem é comum que os erros se reptam, mas a esta altura, seria apenas um desperdício de tempo e espaço.
Direitos não são reais quando a razão não condiz com toda sinceridade que há dentro de cada um.
Poderia sair ilesa sem nenhum arrependimento, como se as curvas tampassem o final da antiga estrada, enxergando somente os novos passos a serem feitos.
Nunca faltei com a verdade quando escondia os meus segredos, no lugar mais oculto que nenhuma confiança podia ser tocada.
Afasto-me novamente para que as palavras ainda façam sentido, quando inutilmente peço para que fique um tanto quanto distante, só para que sinta a sua falta na medida em que ainda sente a minha.
Não penso em te deixar e nem quero que vá embora tão cedo, mas a paciência é o centro de todas as minhas necessidades precárias, quando aprender é o meu principal objetivo comparado aos defeitos de esquecer o que aprendo.
Procuro fazer o melhor lembrando que também existo e não me esqueço fácil, ainda que meus sorrisos estampem minha face quando me lembro de um certo dia.
Preciso que me falte o ar enquanto minhas pernas tremem sem nenhuma explicação. E quando meus olhos estiverem brilhando com tamanha intensidade, saiba que estarei pronta. O nosso começo está aqui, na medida em que também nos encontramos presentes.


4 comentários:

Stéphane disse...

'O verdadeiro prazer de ler, sendo complexo ou não, é ler, reler, tentar compreender os sentimentos expressos nele e ainda procurar se colocar no lugar do autor. ' E quando faço isso eu seus textos, desvendo vários sentimentos em uma unica linha, aí que está o meu prazer, prazer de NUNCA parar de ler. E muitas vezes um único texto seu .

susannah disse...

Sua escrita tende para o abstrato das sensações e é de teor confessionário. Vc tem consciência de que as palavras podem dizer mais do que elas significam. Eu sugiro que vc enriqueça o seu universo de imagens e de escritura lendo Clarice Lispector. Comece pelos contos, muito bons, depois vá para A Paixão Segundo G.H. e depois para a Hora da Estrela.
Continue escrevendo!

#Re disse...

maraa *--*
tpw,flando do cotidiano..uaheuheahuae
cada vez melhoor*-*
<33

Victor disse...

é lindo seus textos.
vc sabe ._.